quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Por que nos APAIXONAMOS?


Você já parou para pensar em quantas vezes já se apaixonou na vida?
Quantas vezes já perdeu o sono, a fome ou sentiu sua vida virar de ponta cabeça por alguém?
Mas o que, afinal, faz com que uma pessoa se apaixone por outra?
Vamos começar pelo dia em que vocês se conheceram. Antes mesmo de terem dirigido a palavra um ao outro, seus corpos já estavam se comunicando. O seu sistema imunológico já avaliava se o dele(a) era complementar ao seu para que juntos pudessem gerar descendentes mais variados, com maior capacidade de resistir a doenças. E, como ninguém tem placa na testa dizendo qual tipo de sistema imunológico tem, o corpo inventou um jeito de perceber isso sozinho. Ele se comunica através do CHEIRO. Taí a expressão: Foi coisa de PELE!
Se você passou pelo teste da pele, beleza, vão para o teste do papo...aí seus hormônios é que entram em ação e vão falar mais alto. Eu digo hormônios, porque agora são eles que vão decidir se vai ou não vai dar certo.
O amor é resultado de reações químicas no cérebro. Como o amor romântico é universal existe em todas as culturas humanas, deve haver uma explicação biológica para isso.
Cientistas que vêm pesquisando a maneira como o cerébro humano opera quando uma pessoa está apaixonada concluíram que há três mecanismos cerebrais diferentes criados pela natureza para controlar o amor nos seres humanos.
São eles:
Luxúria: Relacionado ao desejo sexual e está ligado à quantidade do hormônio testosterona nos homens e nas mulheres.
Amor/Romance: É o impulso da paixão alimentado pela dopamina que é chamada de hormônio da felicidade, é um neurotransmissor que afeta o prazer e a motivação.
Compromisso/Ligação: É alimentado pela ocitocina na mulher e pela vasopressina no homem.
Em alguma desses 3 estágios você está agora. Esses 3 sistemas são totalmente independentes, ou seja, você pode amar o seu marido, estar apaixonada pelo seu vizinho e sentir atração pelo seu colega de trabalho, tudo ao mesmo tempo. Uma confusão só. E, para complicar ainda mais as coisas, esses sistemas interferem uns com os outros. Uma coisa puxa a outra, principalmente quando as pessoas vão para a cama. O sexo pode aumentar os níveis de dopamina - que provoca paixão e romance. E o orgasmo provoca a descarga de ocitocina e vasopressina - os hormônios da ligação. Daí eu posso afirmar que não existe aquele papo de SEXO 100% sem compromisso. Você sempre corre o risco de se apaixonar por quem não tinha intenção de se involver.
Portanto se não era sua intenção, CUIDADO!rs...
Como ter certeza se está apaixonado?
É bem simples. Você passa a comer menos, vai ficar sempre no mundo da lua, as pessoas vão tentar te irritar, mas nada no mundo parece ser tão irritante e você vai passar horas pensando na pessoa amada. Um comportamento compulsivo, similar ao dos viciados em drogas.
Os mesmo circuitos cerebrais que ficam ativos quando se cheira cocaína são acionados quando nos apaixonamos.
Além de conviver com esses sintomas, quem está no estágio incial da paixão fica o tempo todo analisando o rosto do amado procurando sinais de reciprocidade.
Portanto, esteja você apaixonado ou sob o efeito de drogas, terá sensações idênticas.
A partir de agora, sua felicidade depende da outra pessoa. Se ele telefona ou manda um e-mail, você vai ao paraíso. Quando ela some, você vive uma agonia lenta, desesperada. Se você está vivendo tudo isso, comemore. Está APAIXONADO!!!!
No próximo post eu vou contar o porquê o amor acaba...
Beijão e até a próxima

9 comentários:

  1. Putz, me identifiquei! Hahahaah! E agora? #comofas

    ResponderExcluir
  2. porque faz um bem danado ao corpo e tudo o mais flutuar, perder as estribeiras e se jogar de olhos fechados...

    apaixonar-se é a melhor droga.

    bjs meus



    não suma!

    ResponderExcluir
  3. Carolina

    Paixão é uma delícia... e um inferno. Brinco que é meio como enfiar um maremoto dentro de casa. Mas como eu amo o mar... hehehe

    "Você pode amar o seu marido, estar apaixonada pelo seu vizinho e sentir atração pelo seu colega de trabalho, tudo ao mesmo tempo." Adorei isso! Talvez seja a única forma de "montar" o homem ideal - juntando uns três...

    Beijos,
    Deb

    ResponderExcluir
  4. Nossa, até assustei quando vi o título do post.

    É incrível, mas fiz um post no mesmo dia no meu blog, quase com o mesmo título. Mas estamos falando de visões diferentes do assunto. Lá no blog já falei um pouco sobre a química do amor, que são as coisas que sentimos e a explicação físiológica de pq sentimos aquilo. Mas pode crer, o texto não é chato, é interessante rs

    Bjos, até mais

    ResponderExcluir
  5. Olá Carol!!

    Feliz por saber que você reativou o seu blog. Tem um tempo que o meu está parado, mas pretendo escrever algo novo e de qualidade o mais breve possível.

    Bom, quero lhe dizer que estar apaixonado é simplesmente maravilhoso; porém, como pesquisas comprovam, a paixão tem tempo determinado de duração e depois disso, se o casal consegue passar para o próximo estágio, a paixão vira amor.

    Amar é simplesmente PERFEITO!!!

    Beijos e feliz por ver você de volta à blogosfera.

    Rafhitch - Amor Sexo Traição

    P.S. E bom saber que o Sexo Na Ponta da Língua agora possui novos membros. Espero que venham enriquecer o conteúdo deste blog sensacional.

    ResponderExcluir
  6. Coloquei seu banner no meu blog e ae vamos fazer uma parceria? Se vc aceitar só falta vc colocar o meu banner no seu blog. tchau

    ResponderExcluir
  7. Adorei a sua postagem . E o seu blog é muito legal.
    Visite o meu e comente sobre as postagens super picantes.
    http://anonimosdosexo.blogspot.com/
    Abraços...

    ResponderExcluir
  8. auheuhae legal o post.
    Adoro estar apaixonada, e claro! ser reciproco faz ser bom.
    Vou esperar o porque o amor acaba.

    ResponderExcluir
  9. Show! Adorei!
    Quando fui abrir meu blog sobre o que penso, vivo, experimento, medito, filosofo e viajo sobre sexo, o primeiro nome que pensei foi "sexo na ponta da língua". Então vi que já existia. Tentei outros e cheguei em "Quando Penso em Sexo...". Daí, pensei que um Blog com o nome "sexo na ponta da língua" só podia ser de alguém muito parecido comigo. Bingo!!!
    Desejo-lhe muita inspiração para que possamos desfrutar de textos deliciosos como esse...
    Beijo,
    Sofi

    ResponderExcluir