segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Que tal um swing???


O que você sabe sobre o swing?
Segundo o site WIKIPÉDIA, swing ou troca de casais é um relacionamento sexual entre dois casais estáveis que praticam sexo grupal.
Mas até aí ficou meio vago, né! Para entendermos mais sobre este assunto, nada melhor do que perguntar para um casal SWINGER, ou seja, um casal que pratica o swing. Dentre muitos que conheço, escolhi um em especial para contar pra gente um pouco mais sobre isso.
Muitos de vocês devem conhecer o blog deles, para os que ainda não conhecem, fica aqui a dica.
Ela 26 anos e ele 30. São um casal normal como outro qualquer, além de muito educados e atenciosos os dois tem um filhinho de 3 anos. SÃO PESSOAS COMO EU E VOCÊ!!! NÃO TIRE CONCLUSÕES PRECIPITADAS ANTES DE CONHECE-LOS.
Vou postar a entrevista que fiz com eles na semana passada a fim de esclarecer os mitos e as verdades sobre o SWING!!!
Quando vocês começaram e por que decidiram se tornar swingers?
É o seguinte, eu começei a namorá-lo quando eu tinha 11 anos e ele 15. Casamos eu com 15 e ele com 19, então não curtimos, nem tivemos muitas experiências.
Há 6 anos atrás, ele começou a levar vídeos pornôs pra nossa cama, com o ménage masculino, 2 homens e 1 mulher, aquilo me excitava, ele me estimulava, perguntava se eu teria coragem, se eu tinha vontade e de início eu negava muito. Chegamos a brigar por conta disso.
Como só conhecia ele como homem na minha vida, aquilo foi mexendo com a minha imaginação. Naquela época ainda não existia msn, então conhecemos um cara bem legal numa sala de bate papo. Ele tinha essa fantasia de estar com um casal. Então rolou a primeira vez, com um ménage masculino!
O segundo homem que você teve relações sexuais foi esse que conheceram no bate papo?
Sim
Mas e depois, como foi que decidiram que iniciariam à prática do swing com outros casais?
Com essa experiência nos liberamos mais em relação ao sexo, mas ainda não conhecíamos o swing, a troca de casais. Até que na minha faculdade um colega de sala revelou ser swing há 12 anos e que era muito feliz. Disse que se nós quisessemos ele nos levaria à uma casa somente para conhecermos.
Nós fomos e me assustei muito, pois estar com um outro homem era uma coisa, mas na casa swing eram várias pessoas transando ao mesmo tempo no mesmo lugar, mas a nossa curiosidade estava além e aí começamos a conhecer outras casas e outros casais...até que rolou depois de muita amizade a nossa primeira troca.
Como foi a primeira troca?
Depois de estabelecermos uma amizade, muito tempo saindo só para conversar, barzinhos etc...fomos para a casa deles. Aí rolou, naturalmente...
Confesso que de início senti ciúmes mas, depois me deu tesão e acabou rolando gostosamente!
Você se considera uma mulher ciumenta apesar de tudo isso?
Hoje não. Já fui, antes de entrar no meio. No início eu ainda era. Mas hoje não. Sinto ciúmes quando não faz parte do meio, quando por exemplo uma mulher dá em cima do meu marido descaradamente sabendo que sou esposa dele e não sabendo que somos liberais!
Quando é uma esposa liberal ela pode fazer o que quiser não ligo, desde que eu esteja presente.
Em casas de swing vão somente pessoas acompanhadas?
Sim. Eventualmente acontece a noite do ménage, aí pode levar alguém solteiro. Mas normalmente somente casais. Na noite do ménage os casais que não curtem não comparecem.
Casais homossexuais podem frequentar uma casa de swing?
Não. Porque a casa de swing é voltada para casais convencionais, homem x mulher. Caso contrário não existirá a possibilidade de troca, entendeu?
Sim, entendi. O casal quando frequenta uma casa de swing acaba evitando traições?
Com certeza.
Por que?
Você realiza as suas vontades sem precisar se esconder, mentir. É só compartilhar a vontade e a fantasia.
Qual a faixa etária do casais que frequentam casas de swing?
Antigamente só frequentavam casais quarentões, hoje em dia vão desde 22/23 anos até os 50ões...
Quais as dicas que voces dão para quem quer ir e precisa convencer o parceiro? Como fazer isso?
Olha, primeiramente depende muito do querer! Mesmo que a pessoa relute, sempre demonstrará uma vontade. Muito diálogo...ser sútil.Não precisa ser direto, para não assustar e acabar travando a pessoa, também muitas insinuações na hora H.
É permitido tirar fotos ou filmar lá dentro?
Não. Não se pode registrar de nenhuma forma a casa swing.
O uso da camisinha é obrigatório?
Ahhh, gostaria que as pessoas não confundissem casais liberais com pessoas promíscuas e irresponsáveis. Somos pessoas íntegras, seletivas e que somente temos a coragem de realizar as nossas fantasias. Sem precisar mentir ou enganar o parceiro. Sendo feliz assim dessa forma!
A CAMISINHA É OBRIGATÓRIA. ELA É CEDIDA PELA CASA SWING.
Mas a questão principal da camisinha está na cabeça de cada um, mesmo não swinger, você pode optar em não usá-la. Porém no meio liberal, todos se preocupam com isso!
É algo imprescíndivel para a segurança de todos!
Uma dica para os casais que gostariam de fazer freqüentar uma casa de swing.
"O principal é, quem optar por ser swinger, tenha realmente certeza do que quer. Pessoas confusas não se estabelecem no meio."
Espero que assim como eu, todos vocês tenham adorado essa entrevista. Acredito que muitos ficaram mais curiosos para conhecer uma casa de swing.
Vou ficando por aqui, mas como sempre agradecendo os e-mails que recebo e deixando o e-mail para contato:
BJAUM................
e muito SUCEXO!!!!!

21 comentários:

  1. Carol...sempre tive mta curiosidade a respeito desse assunto...e vontade também. Mas, senti falta de uma pergunta, será que tem como você perguntar para eles? Na casa de swing é obrigatória a troca de casais ou posso ir com meu namorado só para ver e ser vista transando???

    ResponderExcluir
  2. Carol, mandou bem nesse post.

    E o Casal do Arrocha também soube explicar direito como funciona uma casa de swing.

    Parabéns.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Carol, bem interessante, confesso que outras pessoas, junto comigo e minha namorada, é ainda um certo tabu pra mim, talvez pelo sentimento q tenho por ela, ou como o casal mesmo disso o ciumes. Mas foi legal a maneira saudavel, gostosa, cheio de complicidade, com q eles falam sobre o assunto, algo pra pensar, afinal, reprimir-se é sempre o pior caminho.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Michelle, já que estou por aqui, respondo sua pergunta, não é obrigatório a troca de casal na casa não, você pode ir tranquilamente com o seu namorado, caso alguém entre no quarto, é só conversar numa boa que não quer trocar que beleza!!!

    Beijoooo Carol, =)
    Ass : Michael ( Miguel ) ..rs

    ResponderExcluir
  5. Essa de swing nem pensar. Quando a timeidez é grande... e, além do mais, para q o sexo seja bom mesmo, as partes tem que se conhecer...

    ResponderExcluir
  6. Carol já lí muito a respeito, ví até um programa que tem no Multishow. Muito excitante e curioso. Curiosidade eu tenho, ainda me falta é coragem. Vontades e fantasias não me faltam, mas fico receosa, não sei qual seria minha atitude, sou ciumenta sim e não sei se consigo lidar com isso.
    Mas o casal foi muito claro na entrevista e concordo que isso diminui muito as chances de uma traição. Além do mais, não é só o homem que trai e que tem desejos, né não??
    Acho o swing uma ótima opção, desde que o casal esteja muito bem resolvido.
    Pelo que eu soube de swing vc não faz nada que não quer, mas ir só pra ver e nem sequer se pegar com seu bofe deixa eles apreensivos.

    Bjão *)

    ResponderExcluir
  7. Oi amore! Ficou muito legal a nossa entrevista, e respondendo a Michelle, numa casa Swing, o lema é o seguinte:
    " Pode-se tudo!
    Mas nada é obrigatório!"
    Então qualquer pessoa pode ir, somente pra conhecer, ok?
    Beijos...

    ResponderExcluir
  8. Ai, gnt!!!!

    Posso confessar que morro de vontade???Hahahaha...Já confessei! Mas meu namorido não acha dá hora. Não topa de jeito nenhum. Já pedi para ele ir comigo só conhecer, mas ele não topa! Enfim, nem por isso vou trair ou discutir com ele, mesmo pq nossa relação é muito sincera. Mas dá um TESÃO esse negócio. Nosssaaaaa...!!!!

    Beijos gente!

    ResponderExcluir
  9. Todo homem olha e deseja outras mulheres além da sua própria namorada/esposa/amante, mas sempre tem o risco de manchar a confiança. Swing é a melhor maneira de um homem ser "fiel" de verdade. Só precisa deixar de ser inseguro.

    ResponderExcluir
  10. oi, carol.
    nós também somos um casal swinger. somos mega seletivos e estabelecemos algumas regras, tal como: nada pode estar acima dos nossos sentimentos [um pelo outro] e do nosso relacionamento! não gostamos de casas de swing, salvo na companhia de amigos.

    essa prática ainda é muito marginalizada, virou moda entre jovens e ponto de encontro de noitadas de curiosos. esse é um dos motivos para quase nunca frequentarmos casas, além, claro, da gigantesca impessoalidade. afinal, não procuramos sexo pelo sexo, queremos fazer amigos inteligentes, interessantes, trocar idéias, estabelecer amizade sincera e respeitosa e se a química rolar... o sexo! isso não é oba-oba pra nós e nem um estilo de vida, é apenas uma opção de prazer!

    temos poucos e excelentes amigos, com os quais mantemos uma relação de forte amizade sincera, tanto que dois desses casais serão padrinhos do nosso casamento oficial!

    a chave para uma relação liberal é o amor. dele nasce a amizade entre o casal, a cumplicidade é fundamental, pois é onde revelamos nossas fantasias e dialogamos sobre a possibilidade de realização. por isso, praticar swing para salvar casamento é assinar o divórcio!

    vida longa aos casais bem resolvidos, que se amam, se respeitam e se permitem!!!

    linda, bjão da fê =D

    ResponderExcluir
  11. o que eu acho mais legal nos casais que praticam é que eles fazem isso naturalmente, o que deixa a coisa muito mais verdadeira ... tem muita gente por aí que só curte bandalheira pra dizer que é o rei do pedaço ...

    essas coisas só são legais se você realmente curtir e estiver muito à vontade ... senão, é melhor nem rolar, pra não pagar mico de graça ... rssss

    seja como for, eu só acho que, se não for do ramo, ao menos tome o cuidado de praticar com quem tem afinidade: seja qual nome se dê, tem muita chance de ser bem gostoso ...

    ResponderExcluir
  12. Já faz algum tempo q "ensaio" ir a uma casa de Swing. Alguns amigos q foram acharam o maximo. Muitos casais q frequentam são " de mentira", homens acompanhados com GP...Varias delas oferecem o "serviço". Um dia vou e conto a minha experiencia "proces"
    LEO

    ResponderExcluir
  13. Essa é uma experiencia que tenho muito tesão.Ainda não fui a uma casa de swing mas vou...O que ouvi falar é são poucos os casais de verdade, tem muito homem com acompanhante frequentando...quando for escreverei sobre!
    LEO

    ResponderExcluir
  14. Isso renderia um bom conto... =)

    Beijooooo, como sempre o blog tá 10!

    ResponderExcluir
  15. Nada contra, mas não divido o que é meu. Sou muito egoísta.

    Beijos,

    Enfil

    ResponderExcluir
  16. é tudo de bom...
    Já fui, gostei e concordo... pode tudo, mas nada é obrigatorio...
    vale para ver, matar a curiosidade, trocar, se excitar... sentir...

    bjs

    ResponderExcluir
  17. pessoal, aconselho a todos os casais que falam com sinceridade sobre sexo com seus pareceiros que conheçam uma casa de swing ou casais que praticam, mas nao frequentam essas casas. são casais inteligentes, apaixonados e que só querem curtir as delicias do sexo, sem ter que trair ou se esconder. depois que entramos para o meio, nosso grupo de amigos se tornou familia. recomendo.

    ResponderExcluir
  18. Pra quem gosta desse tema, o site Festas Liberais informa os locais onde acontecem a festas Swingers com muita Troca de Casais Liberais e Menage a Trois com os simpatizantes.

    ResponderExcluir
  19. Já estive em casas de swing foi muito bom, a melhor balada que já fui rsrs, quanto a impessoalidade como comentou o casal acima acho que depende muito do dia, do publico e também da casa que vc frequenta..., já vi casais que se conheceram em casas de swing e desenvolveram uma grande amizade, mas existem muitos casais arranjados que frequentam esses lugares e tb casais de amigos liberais (foi a situação em que estive no meu caso), acho que vai de cada casal escolher as suas opções, ter uma noite de sexo sem compromisso ou apenas conhecer novos casais fazer novos amigos, etc. Para aqueles casais que preferem desenvolver uma amizade antes de qualquer coisa talvez as comunidades relacionadas ao swing na internet sejam a melhor alternativa. Uma coisa interessante que descobri depois fui as casas de swing é que existe uma grande variedade de perfis de swingers, passa por casais que preferem o menage masculino ou feminino, a troca propriamente dita, o sexo casual, amizade e por aí vai, o meio swing é bem diversificado entre preferencias e fantasias, por isso que é importante que cada casal converse bastante antes e descubra suas preferências

    ResponderExcluir
  20. oi alguem pode mim responder como eu fasso pra minha esposa topar ir a casa swing por favor mim ajudem morro de vontade de conheser essa casa obrigado.

    ResponderExcluir
  21. eu peno muito nisso minha mulher nem sonho ,mais sou fã de todos q fazem .....bjão pra vcs por nos proporcionar com essas reportagens .

    ResponderExcluir